FibroTest-ActiTest é uma ferramenta de diagnóstico ao fígado não invasiva

É indolor, simples de usar, acessível e oferece altos padrões de desempenho.

Fibrose e atividade

O FibroTest-ActiTest estima os níveis de fibrose/cirrose no fígado e o nível de atividade necroinflamatória.

Fibrose e atividade são as duas principais causas da doença hepática.

Fibrose é uma condição clínica causada pela reação de um fígado doente. A fibrose hepática é tipicamente comparada a uma forma de tecido cicatricial que progride por todo o fígado. O estágio mais grave da fibrose é conhecido como cirrose.

Atividade é a inflamação do fígado causada por doença. É muitas vezes comparada a uma queimadura.

Um teste altamente recomendável

O FibroTest é recomendado pela OMS 1 , pela Associação Americana para o Estudo de Doenças do Fígado (AASLD) 2 , pela Associação Europeia para o Estudo do Fígado (EASL) 3 e pela Associação Ásia-Pacífico para o Estudo do Fígado (APASL) 4 para avaliar a fibrose hepática em pacientes com hepatite C crónica.

O FibroTest é recomendado pela EASL-ALEH 3 , APASL 4 e OMS 5 para o diagnóstico de fibrose em portadores de vírus crónico da hepatite B.

O FibroTest é recomendado pelo EASL-ALEH 3 para portadores de HIV co-infectados.

O FibroTest também é usado para proporcionar o acesso a tratamentos de nova geração, livres de interferon, para a hepatite C.

O FibroTest é aprovado 6 e recomendado pela Associação Europeia para o Estudo do Fígado (EASL), Diabetes (EASD) e Obesidade (EASO) 7 para efeitos de avaliação de fibrose em doentes que sofram de condições metabólicas (FGNA), e pela EASL na avaliação de doentes que consumam álcool em excesso 7 8 .

O teste de referência

O FibroTest está protegido por uma patente internacional e é fundado em centenas de publicações científicas.

O FibroTest é um teste não invasivo que é aplicável ao maior número de pacientes (98%), bem como o mais confiável 9 .

O FibroTest oferece o melhor desempenho de qualquer teste em todos os estádios da fibrose - desde um fígado saudável à cirrose 10 .

De todos os testes não invasivos, o FibroTest é o menos sensível a fatores de risco conhecidos de falso-positivos e falso-negativos, tais como a atividade necroinflamatória e a esteatose, e não é operador-dependente 11 .

O custo do FibroTest pode ser coberto, na totalidade ou em parte, por companhias de seguros de saúde (tanto públicas como privadas), dependendo do país.

FibroTest Transient Elastography APRI FIB-4
Applicability
Performance from F0 to F3
Performance for F4
False positive due to inflammation
Cost
Prognostic

Tabela de comparação 10 que mostra os diferentes métodos de teste à fibrose

6 componentes, 2 pontuações

O FibroTest combina cinco biomarcadores padrão

  • Gama-GT
  • Bilirrubina total
  • Alfa-2-macroglobulina
  • Apolipoproteína A1
  • Haptoglobina

O ActiTest adiciona um marcador direto para a atividade inflamatória:

Alanina aminotransferase (ALT)

Estes marcadores são ponderados em função da idade e sexo do paciente.

Os testes podem ser administrados em qualquer laboratório de exames médicos local que esteja em conformidade com as recomendações técnicas da BioPredictive.

Não há necessidade de jejuar para fazer o FibroTest-ActiTest

Onde fazer o teste   Recomendações Técnicas  

FibroMax

O FibroTest e o ActiTest estão também incluídos no FibroMax™, que fornece uma imagem mais completa da condição do fígado.

Saiba mais  

Referências

  1. . Guidelines for the Screening, Care and Treatment of Persons with Hepatitis C Infection book 2014;None:None. resumo
  2. . Hepatitis C guidance: AASLD-IDSA recommendations for testing, managing, and treating adults infected with hepatitis C virus. Hepatology 2015;62:3. resumo artigo
  3. . EASL-ALEH Clinical Practice Guidelines: Non-invasive tests for evaluation of liver disease severity and prognosis. J. Hepatol. 2015;63:1. resumo artigo
  4. Shiha G, Sarin SK, Ibrahim AE, Omata M, Kumar A, Lesmana LA, Leung N, Tozun N, Hamid S, Jafri W, Maruyama H, Bedossa P, Pinzani M, Chawla Y, Esmat G, Doss W, Elzanaty T, Sakhuja P, Nasr AM, Omar A, Wai CT, Abdallah A, Salama M, Hamed A, Yousry A, Waked I, Elsahar M, Fateen A, Mogawer S, Hamdy H, Elwakil R. Liver fibrosis: consensus recommendations of the Asian Pacific Association for the Study of the Liver (APASL). Hepatol Int 2009;3:2. resumo artigo
  5. . Guidelines for the Prevention, Care and Treatment of Persons with Chronic Hepatitis B Infection book 2015;None:None. resumo
  6. Munteanu M, Tiniakos D, Anstee Q, Charlotte F, Marchesini G, Bugianesi E, Trauner M, Romero Gomez M, Oliveira C, Day C, Dufour JF, Bellentani S, Ngo Y, Traussnig S, Perazzo H, Deckmyn O, Bedossa P, Ratziu V, Poynard T. Diagnostic performance of FibroTest, SteatoTest and ActiTest in patients with NAFLD using the SAF score as histological reference. Aliment. Pharmacol. Ther. 2016;44:8. resumo artigo
  7. . EASL-EASD-EASO Clinical Practice Guidelines for the Management of Non-Alcoholic Fatty Liver Disease. Obes Facts 2016;9:2. resumo artigo
  8. . EASL clinical practical guidelines: management of alcoholic liver disease. J. Hepatol. 2012;57:2. resumo artigo
  9. Poynard T, Munteanu M, Deckmyn O, Ngo Y, Drane F, Messous D, Castille JM, Housset C, Ratziu V, Imbert-Bismut F. Applicability and precautions of use of liver injury biomarker FibroTest. A reappraisal at 7 years of age. BMC Gastroenterol 2011;11:None. resumo artigo
  10. Houot M, Ngo Y, Munteanu M, Marque S, Poynard T. Systematic review with meta-analysis: direct comparisons of biomarkers for the diagnosis of fibrosis in chronic hepatitis C and B. Aliment. Pharmacol. Ther. 2016;43:1. resumo artigo
  11. Poynard T, De Lédinghen V, Zarski JP, Stanciu C, Munteanu M, Vergniol J, France J, Trifan A, Lenaour G, Vaillant JC, Ratziu V, Charlotte F. Performances of Elasto-FibroTest(®), a combination between FibroTest(®) and liver stiffness measurements for assessing the stage of liver fibrosis in patients with chronic hepatitis C. Clin Res Hepatol Gastroenterol 2012;36:5. resumo artigo